top of page

Grãomelete

Desafiamo-lo a fazer omeletes sem ovos! Não sabe como?! Tem de experimentar esta alternativa à omelete feita com farinha de grão-de-bico. O grão é uma leguminosa muito versátil e esta

“grãomelete” é mais uma prova disso!


Sabia que o consumo de leguminosas é uma opção amiga do ambiente contribuindo para a

sustentabilidade das cadeias alimentares? Isto porque o cultivo de leguminosas tem a capacidade de fixar azoto proveniente da atmosfera no solo, reduzindo a necessidade de uso de fertilizantes

químicos, nomeadamente os à base de azoto. Além disso emite menos equivalentes de dióxido de carbono (19 vezes menos do que a carne) e apresenta melhor rentabilidade na utilização da água (é necessária menor quantidade de água quando comparada com outros alimentos fonte de proteína de origem animal).


Além da questão da sustentabilidade, o grão é uma leguminosa muito interessante do ponto de vista nutricional: tem uma boa quantidade de ferro (nutriente essencial durante a introdução alimentar), vitaminas do complexo B, fibra e proteínas, sendo por isso um ótimo substituto da carne e peixe em refeições vegetarianas!


Ingredientes


  • 50ml de água

  • 50g de farinha de grão-de-bico

  • 25g de tapioca

  • 5g de azeite (1 c. sobremesa)

  • 2 cogumelos pequenos (opcional)

  • Alho em pó

  • Pimentão doce

  • Pimenta

Modo de preparação


  1. Junte numa taça a farinha de grão, a tapioca e os temperos secos - misture até ficar com uma cor e textura homogéna;

  2. Adicione a água e o azeite - envolva bem até obter um creme;

  3. Pique finamente os cogumelos e adicione ao preparado anterior - misture bem;

  4. Coloque a massa da grãomelete numa frigideira pincelada com azeite e deixe cozinhar em lume brando com a tampa;

  5. Quando a massa começar a borbulhar e a desprender-se dos lados, vire a grãomelete e deixe cozinhar do outro lado;

  6. Após cozinhada pode rechear a gosto - para uma fonte extra de proteína pode incluir húmus de feijão branco ou tofu mexido, por exemplo.



143 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page